Federação Dinamarquesa anuncia medidas restritivas ao Mundial do Catar. Entenda!

Federação Dinamarquesa de Futebol anunciou algumas medidas em forma de protesto à realização da Copa do Mundo no Catar, aos casos de violação dos direitos humanos relatados durante as obras para o Mundial e também ao lucro do país sede com o evento.

A entidade confirmou que familiares dos jogadores estão proibidos de viajar ao Catar. Além disso, dirigentes da Federação não irão frequentar os locais dos jogos e os escudos dos patrocinadores serão tapados durante as partidas, para que não sejam feitas associações entre as marcas e a organização do torneio.

“Não queremos contribuir para gerar lucros para o Catar. Portanto, reduzimos nossas atividades de viagens o máximo possível.” -Revelou Jakob Hoyer, gerente de comunicação dinamarquês.

Junto à Tunísia (primeiro adversário), França e Austrália no grupo D, a Dinamarca fará sua estréia na Copa no dia 22 de novembro, no Estádio da Cidade da Educação.

Sobre Luccas Almeida 348 Artigos
19 anos, Jornalista e Web Designer amador, criador de conteúdo digital e CEO do perfil 'Jornalismo Moralizador', ativo no Instagram.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*