Justo? Juiz que nomeou presidente do Flamengo à interventor da CBF dá justificativa. Leia!

Rodolfo Landim, atual presidente do Flamengo, foi nomeado um dos interventores à presidência da CBF devido à ‘expressiva torcida’ do clube carioca.

A justificativa foi dada pelo juiz Mário Cunha Olinto Filho, responsável pela decisão. O portal ESPN.com.br teve acesso ao documento feito pelo magistrado, onde o mesmo afirma:

‘Nomeiam-se os senhores Luiz Rodolfo Landim Machado (Presidente do clube de expressiva torcida Flamengo) e Reinaldo Rocha Carneio Bastos (Presidente da Federação Paulista de Futebol), para, transitoriamente cumprirem as determinações listadas.’

Essa decisão anula a Assembléia geral da CBF feita em abril de 2018, que alterou a forma de votação à presidência e elegeu Rogério Caboclo ao cargo. A Confederação ainda recorrerá em segunda instância.

A função principal de Landim e Reinaldo Rocha, ainda segundo a determinação do juiz Mário Cunha, é organizar, no prazo de 30 dias, novas eleições para a entidade, onde nenhum dos dois poderiam declarar-se como candidato.

Os comandantes de Flamengo e FPF tem o prazo de até 5 dias para respondem se aceitam ou não a proposta para se tornarem interventores temporários da CBF

Sobre Luccas Almeida 280 Artigos
19 anos, Jornalista e Web Designer amador, criador de conteúdo digital e CEO do perfil 'Jornalismo Moralizador', ativo no Instagram.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*